UOL Notícias Notícias
 
27/07/2011 - 19h04

Primeiro senador abertamente homossexual da Argentina toma posse

O senador Osvaldo López, que tinha se casado no ano passado com Javier, seu parceiro de muitos anos, na Terra do Fogo (sul), transformou-se nesta quarta-feira no primeiro integrante do Congresso argentino que admitiu publicamente ser homossexual.

Osvaldo López assumiu sua cadeira de senador em substituição a José Martínez, morto recentemente em um acidente de trânsito.

O legislador teve notoriedade ao se casar em outubro passado com seu secretário e militante social Javier Calisaya, na província de Terra do Fogo.

"Estávamos juntos desde 2005 e nossa dinâmica de convivência não mudou muito desde o casamento", disse nesta quarta-feira em declarações à imprensa, mas completou que com a nova situação se sentem "com maior plenitude e seguros para gozar de todos os nossos direitos".

O senador antecipou que um de seus principais objetivos na câmara é impulsionar a sanção de uma lei de identidade de gênero.

"Cada qual deve ter a possibilidade de escolher a identidade que sente, que vive, com a qual se sente cômodo e leva sua vida adiante", afirmou.

Disse estar consciente de que "o Senado é um âmbito tradicionalmente conservador" e lembrou que houve nessa câmara "discursos bastante agressivos contra a lei de matrimônio igualitário".

A lei que permite o casamento entre pessoas do mesmo sexo foi aprovada em julho de 2010 com o apoio do bloco governista do governo federal.

Veja mais

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    14h39

    0,97
    4,143
    Outras moedas
  • Bovespa

    14h43

    0,53
    105.085,35
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host