UOL Notícias Notícias
 
12/09/2011 - 18h16

'Islã será principal fonte da legislação' na Líbia, diz Abdul Jalil

TRÍPOLI, 12 Set 2011 (AFP) -"O Islã será a principal fonte da legislação" na nova Líbia, declarou nesta segunda-feira à noite o presidente do Conselho Nacional de Transição (CNT), Mustafá Abdul Jalil, em seu primeiro discurso público em Trípoli.

O número um do CNT fez tais declarações diante de milhares de líbios reunidos na Praça dos Mártires de Trípoli, dois dias depois de sua chegada à capital, a qual visita pela primeira vez desde o início da revolta contra o regime de Muamar Kadhafi em 17 de fevereiro.

"Não aceitamos nenhuma ideologia extremista de direita ou de esquerda. Somos um povo muçulmano, com um Islã moderado, e vamos preservar essa via", completou.

"Vocês estarão conosco, contra todos aqueles que tentarem roubar nossa revolução", completou diante da multidão.

Abdul Jalil disse que "a libertação de Trípoli é um milagre ocorrido com um mínimo de perdas" humanas.

A aparição de Abdul Jalil esteve rodeada de rígidas medidas de segurança. O perímetro da Praça dos Mártires foi fechado ao trânsito.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    17h00

    0,93
    5,343
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h19

    1,29
    104.125,64
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host