UOL Notícias Notícias
 
23/11/2011 - 16h01

Turquia se desculpa por mortes de curdos nos anos 1930

ANCARA, 23 Nov 2011 (AFP) -O primeiro-ministro da Turquia, Recep Tayyip Erdogan, pediu desculpas, nesta quarta-feira, pela morte de milhares de pessoas, como consequência das operações militares turcas, agressões e fuzilamentos contra uma rebelião curda nos anos 1930 no leste do país.

"Se é necessário se desculpar em nome do Estado (...), pedirei desculpas. Estou pedindo desculpas", disse Erdogan durante um discurso feito diante de membros de seu partido AKP.

Citando um documento oficial daquela época, disse que 13.806 pessoas morreram entre 1936 e 1939, como consequência de bombardeios aéreos e terrestres, agressões e fuzilamentos na província de Dersim (que logo passou a ser chamar Tuneli), habitada por curdos alevitas, uma religião muçulmana próxima ao xiismo.

Segundo diferentes fontes, esses massacres causaram milhares de mortes.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    17h00

    0,63
    3,905
    Outras moedas
  • Bovespa

    18h21

    -0,44
    87.449,50
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host