Topo

Fidel Castro é pessoa que mais sofreu tentativas de assassinato

15/12/2011 22h42

HAVANA, 15 dez 2011 (AFP) -O líder cubano Fidel Castro, afastado do poder desde 2006 por razões de saúde, entrou no livro dos recordes, o Guinness, por ser "a pessoa que mais vezes foi alvo de tentativas de assassinato", em 638 ocasiões, disse nesta quinta-feira um portal oficial cubano.

"O líder histórico da Revolução Cubana, Fidel Castro, é a pessoa que mais vezes foi alvo de tentativas de assassinato, segundo registrou o Livro dos Recordes, o Guinness, e certamente os arquivos da CIA dos Estados Unidos, principal promotora dessas tentativas de homicídio", afirmou o site Cubadebate (www.cubadebate.cu).

"Fidel entra no Livro dos Recordes, o Guiness", disse o Cubadebate, afirmando que até 2006, quando entregou o comando do governo a seu irmão Raúl, "somavam 638 as tentativas de assassinato contra ele, promovidas quase todas pela CIA".

"Os métodos adotados para matá-lo eram diversos, apesar de todos terem fracassado: desde franco-atiradores, explosivos colocados em seus sapatos, veneno injetado em um charuto, até uma pequena carga explosiva dentro de uma bola de baseball, entre outras variantes", completou.

Afirmou ainda que "desde o momento que liderou a triunfante Revolução Cubana em 1959 começaram a planejar" seu assassinato, e "entre os mais interessados" em eliminá-lo "estavam as agências americanas de espionagem e subversão".

O Guinness World Records é um livro publicado anualmente com uma coleção de recordes mundiais, e está entre os mais vendidos do mundo junto com a Bíblia.

Notícias