Tsipras exige distribuição 'proporcional' de refugiados

Atenas, 24 Fev 2016 (AFP) - O primeiro-ministro grego, Alexis Tsipras, ameaçou rechaçar qualquer acordo se o peso da crise migratória "não distribuído de forma proporcional" entre os países-membros da União Europeia (UE).

"A Grécia não consentirá nenhum acordo sem a distribuição do peso e das responsabilidades (da crise migratória) não se faz de forma proporcional" entre os países da UE, afirmou Tsipras durante um debate parlamentar em Atenas.

Também anunciou a convocação de todos os líderes dos partidos políticos gregos para tomar uma decisão sobre a crise migratória antes da cúpula de 7 de março em Bruxelas.

"É necessário um amplo consenso político sobre esta questão. Não vamos aceitar que o nosso país se torne um depósito de seres humanos", destacou o premiê grego.

Tsipras tinha expressado na terça-feira seu "descontentamento" com relação à reunião organizada na quarta-feira, em Viena, sem contar com a Grécia, no que diz respeito aos controles migratórios nos países dos Bálcãs.

Ele considerou "vergonhoso" que alguns países não respeitem as decisões tomadas na cúpula europeia da semana passada sobre uma nação "comum" quanto à crise migratória e atuem de forma unilateral.

Precisamente, a Áustria e os países dos Bálcãs persistiram nesta quarta-feira em sua ofensiva para frear o fluxo migratório, "uma questão de sobrevivência" para a UE, o que antecipa uma reunião difícil na quinta-feira em Bruxelas.

Enquanto cresce o risco de divisões na UE diante da ameaça de uma crise humanitária, a Grécia, país-chave neste contexto, foi excluído desta reunião em Viena.

"Devemos reduzir o fluxo migratório agora. Trata-se de uma questão de sobrevivência para a União Europeia", declarou a ministra austríaca do Interior, Johanna Mikl-Leitner, durante a conferência regional em Viena.

Depois que a Áustria instaurou na sexta-feira cotas diárias de admissão de migrantes em seu território, os principais países de trânsito restringiram drasticamente a passagem destes, o que criou um grande congestionamento na Grécia, onde 12.000 estão bloqueados.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

UOL Newsletter

Para começar e terminar o dia bem informado.

Quero Receber

UOL Cursos Online

Todos os cursos