Cronologia do avanço do grupo Estado Islâmico na Líbia

Trípoli, 9 Jun 2015 (AFP) - O grupo Estado Islâmico anunciou nesta terça-feira a tomada da cidade de Sirte, na Líbia, país onde começou a se implantar no ano passado, aproveitando-se do caos reinante após a queda do regime de Muammar Kadhafi, em 2011.

O EI já tem o controle de amplas faixas de território do Iraque e da Síria.

Atualmente, a Líbia conta com dois governos - e Parlamentos - rivais. Um fica na capital, Trípoli, sob o comando da Fajr Libya, a coalizão de milícias que inclui islamitas; e o outro, em Tobrouk, no leste do país.

Confira abaixo os principais episódios relacionados ao avanço do EI na Líbia:



- DERNA: REDUTO DOS PARTIDÁRIOS DO EI -

- 19 nov 2014: os Estados Unidos manifestam sua "preocupação", com base em informações de que "facções extremistas violentas prestaram lealdade ao EI e buscam se associar ao grupo", relatou o Departamento de Estado americano.

Segundo matérias da imprensa internacional, combatentes ligados ao grupo teriam invadido a cidade de Derna, no leste líbio. Especialistas afirmam que, transformada em "emirado islâmico", Derna se tornou reduto dos partidários do EI.



- EXPLOSÃO DE CARRO-BOMBA EM TRÍPOLI -

- 27 dez: um carro-bomba explode em Trípoli, na frente de um organismo líbio encarregado da segurança das missões diplomáticas. O braço líbio do EI assume a autoria da deflagração e divulga fotos.



- EXECUÇÃO DE DOIS JORNALISTAS TUNISIANOS -

- 8 jan 2015: o braço do EI na Líbia diz ter executado dois jornalistas tunisianos dados como desaparecidos desde setembro.



- ATAQUE AO HOTEL CORINTHIA, EM TRÍPOLI -

- 27 jan: nove pessoas, incluindo cinco estrangeiros, são mortos por um comando que invade o hotel Corinthia, em Trípoli. O estabelecimento é frequentado por estrangeiros e autoridades. O ataque dura várias horas. Também é reivindicado pelo braço líbio do EI.



- EI ASSUME A DECAPITAÇÃO DE 21 CRISTÃOS EGÍPCIOS -

- 15 fev: o grupo divulga um vídeo com a decapitação de 21 pessoas, que seriam cristãos coptas. Egípcios em sua maioria, eles foram sequestrados na Líbia. No dia seguinte, em represália, aviões de combate do Egito bombardeiam posições do EI na Líbia.



- ATENTADOS SUICIDAS -

- 20 fev: o EI assume a autoria de novos atentados suicidas, que deixaram 44 mortos em Al-Qoba, a algumas dezenas de quilômetros de Derna.



- EXECUÇÃO DE 28 CRISTÃOS AFRICANOS -

- 19 abr: o EI divulga um novo vídeo, no qual ameaça cristãos e mostra a execução de pelo menos 28 homens. Eles seriam etíopes.



- EI DECLARA GUERRA ÀS MILÍCIAS DE FAJR LIBYA -

- 31 mai: o braço líbio do EI declara "guerra" à poderosa coalizão de milícias Fajr Libya que controla Trípoli, depois de reivindicar um atentado suicida. Nele, morreram cinco desses milicianos, perto de Misrata (noroeste).



- QUEDA DA CIDADE DE SIRTE -

- 9 jun: O EI anuncia ter tomado a cidade de Sirte. Desde o final de maio, o grupo já controlava o aeroporto local. No mesmo dia, o EI também assumiu o controle de uma usina térmica próxima, de acordo com o Centro americano de Vigilância de sites islamitas (SITE, em inglês). O grupo diz ter conquistado essa cidade no centro do país, após enfrentar as forças de Fajr Libya.

Desde fevereiro, o EI já controlava amplas áreas da região de Sirte (450 km ao leste de Trípoli), sobretudo, a localidade de Nufliyeh, transformada em QG do grupo.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

UOL Newsletter

Para começar e terminar o dia bem informado.

Quero Receber

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos