Arábia Saudita rompe relações diplomáticas com Irã

Riad, Arábia Saudita, 3 Jan 2016 (AFP) - O ministro saudita das Relações Exteriores, Adel al-Jubeir, anunciou neste domingo o rompimento das relações diplomáticas da Arábia Saudita com o Irã, depois do ataque de sua embaixada em Teerã e da reação iraniana à execução de um clérigo xiita saudita.

A Arábia Saudita decidiu "romper suas relações diplomáticas com o Irã e exige a saída, em 48 horas, de membros da representação diplomática iraniana", declarou o ministro, em uma entrevista coletiva, em Riad.

O ministro denunciou "as ingerências negativas e agressivas do Irã nos assuntos árabes, que provocam, com frequência, danos e destruições".

Os ataques de manifestantes à embaixada e ao consulado sauditas, em Teerã e em Mashad, respectivamente, constituem "uma violação flagrante de todas as convenções internacionais", frisou, acusando as autoridades iranianas de não terem feito nada para evitá-los.

A execução do xeque saudita Nimr Baqer al-Nimr no sábado, um crítico virulento do poder de Riad, exacerbou as tensões no Oriente Médio, em particular no Irã.

"Sem qualquer dúvida, o sangue derramado injustamente do mártir (Nimr) dará seus frutos, e a mão divina irá vingá-lo dos dirigentes sauditas", havia advertido o guia supremo do Irã, o aiatolá Ali Khamenei.

ah-kam/feb/tp/tt

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos