Autor de ataque a bar em Tel Aviv continua foragido

Jerusalém, 3 Jan 2016 (AFP) - A Polícia israelense continuava a busca, neste domingo, pelo terceiro dia consecutivo, de um homem que matou duas pessoas e feriu outras sete, ao abrir fogo em um bar do centro de Tel Aviv - disse um porta-voz.

"Um número significativo de agentes continua a busca para descobrir o paradeiro do autor do ataque de sexta-feira", disse à AFP o porta-voz da Polícia, Micky Rosenfeld.

"Continuaremos a procurá-lo até onde estiver em nossas mãos", acrescentou.

O suspeito do ataque foi identificado pela Polícia como Nashaat Melhem, de 31 anos, originário da aldeia árabe de Arara, localizada no norte de Israel.

Na sexta-feira, primeiro dia do ano, o homem entrou em uma loja, tirou uma arma da mochila e, da porta do estabelecimento, atirou contra os clientes do Simta, um bar próximo.

Depois, seguiu na mesma calçada e voltou a atirar, a mais de 150 metros de distância, contra clientes sentados na varanda de outro bar, na badalada rua de Dizengoff.

O gerente do bar Simta, Alon Bakal, de 26, e Shimon Ruimi, de 30, morreram no ataque. Sete pessoas ficaram feridas, duas delas gravemente, de acordo com fontes médicas.

Ambas as vítimas foram enterradas no domingo, na presença de milhares de pessoas e de representantes do governo.

No sábado à noite, o primeiro-ministro israelense, Benjamin Netanyahu, foi ao local do ataque e anunciou novas medidas de segurança. Embora a Polícia tenha considerado "muito provável que se trate de um ataque terrorista", o primeiro-ministro não classificou o episódio nesses termos.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos