Enviado da ONU para Síria viaja à Arábia Saudita e depois ao Irã

Nações Unidas, Estados Unidos, 5 Jan 2016 (AFP) - O enviado das Nações Unidas para a Síria, Staffan de Mistura, viajará nas próximas horas para Riad e, em seguida, a Teerã, anunciou nesta segunda-feira a ONU em meio a um momento das tensões nas relações entre as duas potências regionais.

De Mistura "estará em Riad esta noite", declarou à AFP o porta-voz da ONU, Stéphane Dujarric.

O Irã, junto com a Rússia, é o aliado mais próximo do regime de Bashar al-Assad, enquanto a Arábia Saudita apoia a oposição armada na Síria e exige que o presidente sírio deixe o poder.

Depois de duas conferências internacionais em Viena, onde o Irã e a Arábia Saudita participaram, a ONU espera reunir representantes do governo e da oposição síria em Genebra, em 25 de janeiro, para um diálogo de paz.

Mas a crise entre Riad e Teerã ameaça a continuação deste processo frágil iniciado pela comunidade internacional para encontrar uma solução política para a guerra que já dura anos e meio.

O embaixador de Riad na ONU, Abdallah Al-Muallimi, garantiu nesta segunda-feira que a decisão da Arábia Saudita de romper relações com o Irã não deve impactar os esforços de paz na Síria e no Iêmen.

"Da nossa parte, não haverá qualquer efeito, porque continuaremos trabalhando muito duro para apoiar os esforços de paz na Síria e no Iêmen", declarou o diplomata à imprensa.

A Arábia Saudita e seus aliados romperam relações diplomáticas com o Irã após a crise que eclodiu entre Teerã e Riad após a execução pelo reino saudita de um clérigo xiita, Nimr Baqir al-Nimr.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos