Oposição venezuelana acredita que militares garantirão novo Parlamento

Caracas, 4 Jan 2016 (AFP) - A oposição venezuelana acredita em que as Forças Armadas garantirão a instalação da nova Assembleia Nacional, que passará, na terça-feira, ao controle da oposição, impedindo que "grupos violentos" intimidem os deputados - disse nesta segunda-feira Henry Ramos Allup, que presidirá o Parlamento.

"Estamos convencidos de que a Força Armada Nacional garantirá o cumprimento de um ato previsto na Constituição", disse em entrevista coletiva Ramos Allup, eleito pela opositora Mesa da Unidade Democrática (MUD) para substituir na chefia do Legislativo o número dois do chavismo, Diosdado Cabello.

O veterano dirigente disse que uma comissão opositora recebeu informações "positivas" das autoridades militares sobre impedir a ação de "grupos violentos" ligados ao partido do governo.

Ramos Allup garantiu que a força militar velará pela segurança nos arredores e na entrada da Assembleia.

A instalação do novo Parlamento, dominado pela oposição após 17 anos de domínio chavista, se dará em um clima de forte tensão.

A MUD convocou a população para "acompanhar" seus deputados em uma marcha ao Congresso nesta terça-feira, mas os chavistas também decidiram se manifestar com um ato de "combate permanente nas ruas" para "vencer" a oposição de "direita fascista".

Ramos Allup denunciou que o presidente venezuelano, Nicolás Maduro, usa "palavras destemperadas" que têm "instigado" a mobilização de grupos criminosos.

"Se isso degenerar em atos de violência, saberemos quem são os responsáveis", sentenciou.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos