Obama: lobby das armas não pode tomar Estados Unidos como 'reféns'

Washington, 5 Jan 2016 (AFP) - O presidente americano, Barack Obama, advertiu nesta terça-feira que o lobby das armas nos Estados Unidos não pode bloquear as ações do governo para evitar dezenas de milhares de mortes por armas de fogo a cada ano no país.

"O lobby das armas pode estar fazendo o Congresso refém agora mesmo, mas eles não podem tomar os Estados Unidos como reféns", declarou Obama, ao revelar uma série de medidas executivas para reforçar o controle na venda de armas.

arb-ec/sst/val/jb/mvv

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos