Oposição venezuelana põe na agenda lei de anistia a presos políticos

Caracas, 5 Jan 2016 (AFP) - A majoritária bancada oposicionista do novo Parlamento venezuelano pôs nesta terça-feira na agenda uma lei de anistia para presos políticos em uma cerimônia agitada de instalação da Assembleia Nacional.

"Em primeiro lugar, uma lei de anistia e reconciliação para que não haja exilados, nem processados, nem presos políticos para que ninguém seja preso por pensar diferente na Venezuela", disse da tribuna do Parlamento Julio Borges, líder de um partido que integra a coalizão Mesa da Unidade Democrática (MUD), ao apresentar a agenda oposicionista, em meio a gritos de repúdio dos chavistas.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos