Cinturões e rastros de explosivos encontrados em Bruxelas relacionados a atentados de Paris

Bruxelas, 8 Jan 2016 (AFP) - A polícia encontrou três cinturões confeccionados a mão, rastros de explosivos e uma impressão digital de um suspeito dos atentados de Paris que segue foragido, Salah Abdeslam, em um apartamento de Bruxelas, indicou a promotoria belga nesta sexta-feira.

Os investigadores belgas vasculharam o apartamento situado na região de Schaerbeek da capital belga em 10 de dezembro, acrescentou a promotoria.

"No âmbito da investigação pelos atentados de Paris, a promotoria geral confirma a descoberta de material destinado à preparação de explosivos, assim como rastros de TATP (peróxido de acetona, um explosivo de fabricação artesanal altamente instável) em uma operação no dia 10 de dezembro", afirmou em um comunicado.

"Este apartamento foi alugado com uma identidade falsa, que pode ter sido utilizada por uma pessoa atualmente acusada", acrescentou.

No apartamento, os investigadores encontraram "três cinturões confeccionados a mão e que podem ter sido destinados a transportar explosivos".

A polícia também encontrou rastros de um suspeito chave dos atentados de Paris, Salah Abdeslam, cujo irmão Brahim detonou os explosivos que carregava nas ruas de Paris.

Abdeslam se encontra em paradeiro desconhecido desde 13 de novembro, dia dos ataques coordenados em diferentes pontos da capital francesa que deixaram 130 mortos e centenas de feridos.

"Foi encontrada inclusive uma impressão digital de Salah Abdeslam", disse a promotoria.

bur-pa/ra/ma

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos