Joaquín "El Chapo" Guzmán enfrentará processo de extradição aos EUA

Na Cidade do México

  • Tomas Bravo/Reuters

Joaquín "El Chapo" Guzmán, o traficante mexicano recapturado na sexta-feira (8) em Sinaloa (nordeste), enfrentará um processo de extradição para os Estados Unidos, onde é acusado por narcotráfico em seis estados, informou neste sábado (9) a promotoria em comunicado.

"Com a recaptura de Guzmán Loera, deverão ter início os respectivos procedimentos de extradição", em uma data não definida e que inclui as apelações que possam ser feitas pela defesa de "El Chapo", em cerca de uma semana, afirmou a promotoria.

O prazo para que os advogados de Guzmán possam argumentar para evitar a extradição pode, inclusive, ser ampliado, mas a promotoria adiantou que "apresentará elementos para combater" qualquer estratégia da defesa.

No dia 11 de julho, Guzmán fugiu do presídio El Altiplano (a 90 km da capital) por um túnel de mais de 1,5 km com entrada no chão do chuveiro de sua cela. Seus advogados de defesa obtiveram um amparo jurídico para evitar sua transferência para uma prisão americana, diante de sua eventual recaptura, que depois foi revogado.

"El Chapo" foi recapturado na sexta-feira em uma estrada de Los Mochis, Sinaloa (noroeste), depois de tentar fugir pelo sistema de drenagem da cidade.

"El Chapo" queria gravar filme sobre própria vida, diz procuradora

  •  

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos