CEO da Volkswagen pede desculpas por motores alterados

Detroit, Estados Unidos, 11 Jan 2016 (AFP) - O diretor executivo da Volkswagen, Matthias Mueller, pediu neste domingo desculpas publicamente e anunciou um investimento de 900 milhões de dólares nos Estados Unidosem função do escândalo dos motores diesel adulterados e que prejudicou a imagem do gigante automotivo alemão.

"Sabemos que decepcionamos profundamente nossos clientes, as autoridades governamentais, e o público em geral aqui nos Estados Unidos", afirmou Mueller na recepção de abertura de uma exposição de carros em Detroit.

"Peço desculpas pelo que houve de errado na Volkswagen", acrescentou, prometendo que a VW "está plenamente comprometida em corrigir as coisas".

A missão mais importante para a Volkswagen em 2016 é recuperar a confiança perdida, acrescentou Müller.

gw/dw/sst/cn

VOLKSWAGEN

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos