Pistorius recorre da condenação por homicídio doloso

Joanesburgo, 11 Jan 2016 (AFP) - O campeão paralímpico sul-africano Oscar Pistorius, que matou a namorada a tiros em 2013, apresentou oficialmente um recurso diante da Corte Constitucional, mais alta jurisdição do país, para contestar a condenação por homicídio doloso, quando há intenção de matar, informou seu advogado à AFP nesta segunda-feira.

"Fizemos um pedido de recurso na Corte Constitucional", confirmou Andrew Fawcett, um dos advogados do ex-velocista.

Em primeira instância, Pistorius foi condenado a cinco anos de prisão em 2014, por homicídio culposo, quando não há intenção de matar.

A Suprema Corte sul-africana, porém, revisou a sentência em dezembro, reconhecendo o homicídio doloso, pelo qual o atleta corre risco de ser permanecer quinze anos atrás das grades. A nova pena ainda não foi estabelecida.

Depois da segunda sentença, Pistorius pagou fiança para continuar em liberdade condicional, cumprindo prisão domiciliar na casa do tio, num condomínio de luxo da capital Pretória.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos