Chefe da ONU alerta que sitiar cidades sírias em crise alimentar é 'crime de guerra'

Nova York, 14 Jan 2016 (AFP) - O secretário-geral da ONU, Ban Ki-moon, alertou nesta quinta-feira que o uso da fome como uma arma de guerra é um crime, depois que um segundo carregamento de ajuda humanitária conseguiu entrar na cidade síria rebelde de Madaya.

"Deixe-me ser claro: o uso da fome como uma arma de guerra é um crime de guerra", declarou Ban a jornalistas.

"Todas as partes, incluindo o governo sírio que tem a responsabilidade primária de proteger os sírios, estão cometendo esta e outras atrocidades proibidas pelo direito internacional humanitário", ressaltou.

Um novo comboio com alimentos e remédios entrou nesta quinta-feira na cidade síria de Madaya, onde alguns habitantes já morreram de fome depois de meses de cerco pelas forças do governo.

França, Grã-Bretanha e Estados Unidos solicitaram uma reunião urgente do Conselho de Segurança da ONU para exigir o levantamento dos cercos às cidades sírias, incluindo Madaya, anunciou nesta quinta-feira à AFP o embaixador francês.

Esta reunião, que poderá acontecer já na sexta-feira, busca "alertar o mundo sobre o drama humanitário que vive Madaya e outras cidades da Síria" sob cerco, declarou François Delattre.

A iniciativa também visa "ajudar a criar condições mais favoráveis para a retomada do diálogo" de paz, faltando 10 dias para a abertura programada das negociações em Genebra.

Alguns diplomatas advertem que as negociações não poderão ter êxito se a crise humanitária continuar.

"Vai ser difícil para eles negociar enquanto seus filhos e famílias são ameaçados pela fome ou morte", declarou um diplomata do Conselho de Segurança.

Além dos três países, a iniciativa é apoiada pela Nova Zelândia e Espanha, membros não-permanentes do Conselho.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos