Fabricante português de medicamento testado na França diz que respeitou "regras vigentes"

Lisboa, 15 Jan 2016 (AFP) - O grupo farmacêutico português Bial, fabricante do medicamento experimental que deixou uma pessoa em estado de morte cerebral durante um teste clínico na França, garantiu na sexta-feira que respeitou as regras internacionais e a "legislação" vigentes.

Em comunicado, a Bial promete "colaborar" com a investigação para "determinar de modo rigoroso e exaustivo as causas" do ocorrido.

ode/bh/jz-dmc/age/mm

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos