ONU denuncia matanças étnicas e estupros coletivos em Burundi

Genebra, 15 Jan 2016 (AFP) - As Nações Unidas denunciaram nesta sexta-feira a existência de matanças étnicas, valas comuns com dezenas de corpos e estupros em grupo em Burundi, que se encontra mergulhado em uma grave crise política.

O Alto Comissariado da ONU para os Direitos Humanos, Zeid Ra'ad Al Hussein, advertiu que "os sinais de alerta, incluindo os de uma dimensão cada vez mais étnicos da crise, se avivaram.

"A derrubada completa da ordem pública é iminente", insistiu.

nl-gca/jlb/erl.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos