UE denuncia prisão de intelectuais na Turquia e lamenta clima de intimidação

Bruxelas, 16 Jan 2016 (AFP) - A União Europeia (UE) denunciou neste sábado a detenção de vinte acadêmicos turcos que haviam assinado uma petição a favor do fim das operações militares contra a rebelião curda na Turquia, e lamentou um "clima de intimidação".

A prisão na sexta-feira é muito preocupante, estimou a porta-voz da UE para Assuntos Exteriores em um comunicado.

Os acadêmicos ficaram em liberdade após algumas horas, mas estão sendo investigados.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos