EUA impõem sanções ao Irã por mísseis balísticos (governo)

Washington, 17 Jan 2016 (AFP) - Os Estados Unidos anunciaram neste domingo novas sanções contra cinco iranianos e uma rede de empresas com sede nos Emirados Árabes Unidos e na China por seus vínculos com o desenvolvimento de mísseis balísticos por parte do Irã.

O Departamento do Tesouro afirmou que os iranianos e as empresas foram somados à lista negra que impede de fazer negócios com eles por "trabalhar para fornecer ao Irã componentes para mísseis balísticos".

Estas onze empresas e indivíduos são acusados de ter favorecido a entrega de peças para mísseis balísticos ao Irã, dissimulando seu destino final através de uma rede de empresas de fachada, escreve o Tesouro em um comunicado.

Estas sanções, que ocorrem em plena entrada em vigor do acordo nuclear entre as grandes potências e o Irã assinado em julho, são aplicadas após os testes de mísseis balísticos realizados pelo Irã nos dias 10 de outubro e 21 de novembro.

"O programa de mísseis balísticos do Irã constitui uma importante ameaça para a estabilidade regional e mundial e continuará sendo alvo de sanções internacionais", declarou o subsecretário do Tesouro responsável pela luta contra o terrorismo, Adam Szubin, citado no comunicado.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos