Mulher israelense morre esfaqueada por palestino em colônia da Cisjordânia

Jerusalém, 17 Jan 2016 (AFP) - Um palestino invadiu neste domingo uma casa de uma colônia israelense na Cisjordânia ocupada e esfaqueou uma mulher, que morreu logo depois - informou o Exército israelense.

A rádio pública israelense informou que a vítima se chama Dafna Meir, uma enfermeira de 38 anos, mãe de seis filhos.

"Um terrorista assassinou uma civil dentro de casa em uma localidade de Otniel", uma colônia israelense, relatou o Exército, em um comunicado, acrescentando que o agressor está sendo procurado.

"O agressor invadiu a casa e apunhalou a vítima até a morte. As forças [de segurança] estão buscando o terrorista", completa a nota.

"Encontraremos o terrorista. Pagará caro por este assassinato odioso", prometeu o primeiro-ministro israelense, Benjamin Netanyahu, em sua página no Facebook.

Segundo palestinos das aldeias próximas, há uma grande operação ocorrendo para encontrar o palestino, com helicópteros do Exército sobrevoando a zona e um grande movimento de veículos militares.

Este esfaqueamento é o mais recente de uma longa série de ataques ocorridos nos últimos meses na zona, mas se trata do primeiro dentro de uma casa de um assentamento.

Com a morte desta colona judia, sobe para 24 o número de israelenses mortos, junto com 155 palestinos, desde 1ª de outubro de 2015. Muitos dos palestinos mortos haviam atacado previamente as forças de segurança ou civis israelenses, enquanto outros foram mortos durante protestos e confrontos.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos