Belga vinculado a autores dos atentados de Paris detido no Marrocos

Rabat, 18 Jan 2016 (AFP) - O Marrocos prendeu um belga suspeito de ter vínculos com o cérebro dos atentados terroristas de Paris, que deixaram 130 mortos, informaram as autoridades de Rabat.

Segundo o ministério do Interior, o belga foi preso na cidade de Mohammadiya, perto de Casablanca.

O detido, identificado apenas por suas iniciais, viajou à Síria na companhia de um dos terroristas que detonou seus explosivos no subúrbio parisiense de Saint Denis.

Na Síria, se alistou na Frente Al-Nosra (facção local da Al-Qaeda) antes de aderir ao Estado Islâmico, onde teria estabelecido vínculos com o "cérebro dos atentados de Paris".

O suspeito voltou à Europa via Turquia e, depois de passar pela Alemanha, Bélgica e Holanda, foi para o Marrocos.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos