Espanha investiga jovens suspeitos de matar 70 porcos por diversão

Madri, 20 Jan 2016 (AFP) - Dois jovens que trabalham em uma criação de porcos no sul da Espanha estão sendo investigados por supostamente terem provocado a morte de mais de 70 animais quando saltaram sobre eles por diversão, anunciou a Guarda Civil.

Os jovens de 19 e 22 anos, de nacionalidade espanhola e lituana, moradores de Huércal Overa (na província de Almería), são acusados de crimes de maus-tratos animais por fatos ocorridos em 7 de janeiro.

Segundo a Guarda Civil, os investigados, trabalhadores de uma criação de porco, sacrificaram 19 leitões saltando sobre os animais.

Outros 53 animais ficaram feridos na ação e morreram mais tarde, segundo os investigadores.

Os jovens divulgaram um vídeo da "façanha" em um aplicativo de mensagens.

O suposto massacre aconteceu no momento em que os animais estavam retidos temporariamente em um corredor para a transferência a outro módulo da criação.

Depois de tomar conhecimento, o administrador da criação informou a Guarda Civil, que localizou os jovens.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos