Arábia Saudita executa 53 pessoas em menos de um mês

Riade, 25 Jan 2016 (AFP) - Um saudita condenado por assassinato foi executado nesta segunda-feira na Arábia Saudita, o que eleva para 53 o numero de pessoas executadas desde o início do ano.

Mohamed al Zahrani foi condenado por matar com uma faca um amigo durante uma briga, e foi executado em Jidá, oeste do país.

Em apenas um dia, 2 de janeiro, foram executadas 47 pessoas por "terrorismo", entre elas o clérigo xiita Nimr al Nimr, cuja morte desencadeou uma crise entre a Arábia Saudita e o Irã.

Em 2015, as execuções alcançaram nível recorde nos últimos 20 anos, com um total de 153, segundo contagem da AFP baseada em cifras oficiais.

Receba notícias do UOL. É grátis!

UOL Newsletter

Para começar e terminar o dia bem informado.

Quero Receber

UOL Cursos Online

Todos os cursos