Estudante de 17 anos é acusado formalmente de quatro mortes no Canadá

Em Montreal

Um estudante de 17 anos foi acusado formalmente, nesta segunda-feira (26), de ter matado a tiros dois irmãos e dois professores na sexta-feira na reserva indígena La Loche, oeste do Canadá - informou o tribunal.

O jovem é o único suspeito neste caso que comoveu o Canadá e durante o dia se apresentou rapidamente perante um juiz da corte de Meadow Lake, 350 km ao sul de La Loche, para ouvir as acusações.

Vestindo macacão laranja e algemado, o estudante de ensino médio chegou de cabeça baixa e ouviu o juiz dizer-lhe:

"Quatro acusações de assassinato, sete de tentativa de assassinato e um de uso de armas de fogo proibidas", resumiu à AFP Don Blaus, porta-voz da corte.

Identificado apenas com o número 368.612, por ser menor de idade, o rapaz ficará detido até sua próxima apresentação à Justiça, em 22 de fevereiro, informou o funcionário.

O garoto é suspeito da morte dos irmãos Drayden e Dayne Fontaine, de 13 e 17 anos, respectivamente, em casa. Depois, o estudante teria seguido para a escola do ensino médio de Dene, em La Loche, um pequeno povoado a 800 quilômetros ao norte de Regina, capital da província de Saskatchewan.

Lá, atirou à queima-roupa, matando os professores Marie Janvier, de 21, e Adam Wood, de 35, além de ferir outras sete pessoas, de acordo com o delegado adjunto da Polícia Montada do Canadá (RCMP, equivalente à Polícia Federal) de Saskatchewan.

Esta tragédia comoveu toda a população do Canadá, inclusive os governos federal e regional.

Nesta segunda-feira, no Parlamento de Ottawa, premiê Justin Trudeau manifestou ante os deputados que "o conjunto do governo e do país é solidário com La Loche" e "oferece todo o apoio" a esta municipalidade.

No sábado, em Davos, onde participa do Fórum Econômico Mundial, o primeiro-ministro da província, Brad Wall, qualificou o ataque de "uma tragédia terrível (...), inimaginável e surrealista".

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos