Premiê israelense acusa secretário-geral da ONU de "encorajar o terrorismo"

Jerusalém, 26 Jan 2016 (AFP) - O primeiro-ministro israelense, Benjamin Netanyahu, acusou nesta terça-feira o secretário-geral da ONU de "incentivar o terrorismo" depois que Ban Ki-moon criticou a ocupação israelense dos territórios palestinos.

"Os comentários do secretário-geral da ONU incentivam o terrorismo", afirmou Netanyahu em um comunicado. "Não há justificativa para o terrorismo. Os assassinos palestinos não querem construir um Estado, querem destruir um Estado", ressaltou o primeiro-ministro.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos