Sete casos de zika confirmados em Nova York, três na cidade

Nova York, 28 Jan 2016 (AFP) - A prefeitura da cidade de Nova York confirmou nesta quinta-feira três casos de pessoas infectadas com zika, entre eles uma grávida - além de outros quatro casos no estado.

"Três casos de zika relacionados a viagens foram informados na cidade de Nova York, incluindo uma mulher grávida", escreveu no Twitter a secretária de Saúde, Mary Bassett.

Bassett explicou que os três casos na cidade somam-se aos outros quatro registrados no estado de Nova York.

Em 23 de janeiro as autoridades tinham reportado três casos positivos, confirmados nesta quinta-feira pela secretária de Saúde, Mary Bassett.

Bassett afirmou que a cidade "aumentou a vigilância de zika em dois níveis: para os novaiorquinos que podem estar infectados e para os mosquitos que podem transmitir o vírus".

No entanto, a responsável garantiu que por agora não há "evidência" de que os mosquitos que vivem em Nova York foram transmissores do vírus.

"Temos sorte de que estamos no inverno", disse.

O surto de zika se expande de "forma explosiva" e poderia causar entre "três e quatro milhões" de doentes no continente americano, alertou nesta quinta-feira a Organização Mundial de Saúde, que convocou uma reunião urgente sobre o tema para segunda-feira.

Até o momento foram confirmados casos em 23 países e territórios da América e pelo menos em sete países europeus, embora neste último caso todos foram de pessoas que viajaram pela região.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos