Morreu o renomado chef franco-suíço Violier; polícia sugere suicídio

Genebra, 31 Jan 2016 (AFP) - O chef franco-suíço Benoît Violier, recentemente consagrado o melhor cozinheiro do mundo pelo prêmio "La Liste", suicidou-se com uma arma de fogo, segundo a hipótese evocada neste domingo pela polícia suíça, após encontrar o corpo em sua residência, perto de Lausanne.

"A polícia do oeste de Lausanne encontrou o corpo sem vida de Benoît Violier, de 44 anos, em sua residência em (a cidade de) Crissier", indicou a polícia local em um comunicado.

Violier "teria posto fim aos seus dias com uma arma de fogo", acrescentou.

O "Restaurant de l'Hôtel de Ville", que Violier mantinha em Crissier, tinha alcançado em dezembro o primeiro lugar do "La Liste", um prêmio das "mil mesas de exceção".

Violier, filho de um viticultor, já tinha sido consagrado cozinheiro do ano de 2013 pela edição suíça do guia Gault&Millau. Era um caçador apaixonado e especialista no preparo de carne de caça.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos