Ataques no Sinai egípcio matam dois policiais e dois soldados

Cairo, 1 Fev 2016 (AFP) - Dois policiais egípcios e dois soldados morreram no domingo em dois ataques na Península do Sinai, onde o grupo jihadista Estado Islâmico (EI) ataca com frequência as forças de segurança.

Em um ataque executado durante a madrugada, uma bomba detonada à distância atingiu uma viatura policial durante uma operação de busca na região de Rafah, na fronteira com a Faixa de Gaza. Dois agentes morreram no atentado.

Um oficial do exército e um soldado morreram em um ataque similar na zona de Sheikh Zuwaid, norte do Sinai.

Os ataques não foram reivindicados até o momento, mas foram executados em uma área que é um reduto do EI.

Desde 2013, quando o exército destituiu o presidente islamita Mohamed Mursi e iniciou uma violenta repressão contra os partidários deste, os jihadistas mataram centenas de soldados e policiais.

O braço egípcio do EI também reivindicou a queda de um Airbus A-321 da companhia russa Metrojet, que se desintegrou quando sobrevoava o Sinai em 31 de outubro com 224 pessoas a bordo.

str-tgg/fp

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos