Erdogan quer abrir embaixadas e firmar mais TLC na América Latina

Santiago, 2 Fev 2016 (AFP) - A Turquia pretende abrir novas embaixadas e firmar mais Tratados de Livre Comércio (TLC) na América Latina - declarou o presidente Recep Tayyip Erdogan, nesta segunda-feira, em Santiago, no âmbito de uma viagem pela América do Sul que também o levará ao Peru e ao Equador.

Em uma exposição na sede da Comissão Econômica para América Latina e Caribe (Cepal), Erdogan destacou as forças econômicas da Turquia. Apesar da desaceleração global, o país prevê um crescimento por volta de 4%.

"Tínhamos seis missões diplomáticas em toda a América Latina. Agora, temos 13, mas não é suficiente, e vamos continuar aumentando este número de embaixadas", comentou o presidente turco, sem antecipar quais países serão escolhidos para receber as missões diplomáticas.

Na última década, a Turquia ampliou o comércio com a região até multiplicá-lo por nove, alcançando os US$ 10 bilhões em 2014.

Para Erdogan, essa expansão não é suficiente. "Podemos aumentar esse número para melhorar nossas relações econômicas, e é com base em tratados de livre comércio, eles são básicos", justificou o presidente turco.

Ele lembrou que hoje, na América do Sul, apenas o Chile tem um TLC com a Turquia e reiterou sua intenção de incluir o país na Cepal.

Na terça-feira, o presidente segue para o Peru e, de lá, para o Equador, última parada de sua viagem.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos