Pentágono revê número de soldados americanos no Iraque

Washington, 3 Fev 2016 (AFP) - O número de militares americanos estacionados no Iraque é maior, em algumas centenas, do que havia sido informado pelo Pentágono até agora - admitiu um funcionário de alto escalão do Departamento da Defesa, nesta quarta-feira.

Oficialmente, o Pentágono sempre afirmou que cerca de 3.500 soldados estavam no Iraque para treinar e equipar as forças de segurança locais para combater o Estado Islâmico (EI). Este grupo controla importantes faixas de território neste país.

Nesta quarta-feira, o Pentágono revisou esse total para 3.870 homens.

O porta-voz militar em Bagdá, coronel Steve Warren, chegou a afirmar, inclusive, que era "correto dizer" que havia até algumas centenas a mais do que esse número supostamente atualizado.

O número de militares é mínimo, se comparado com o efetivo mobilizado no auge da guerra no Iraque, quando os Estados Unidos chegaram a contar com 160.000 soldados no terreno.

A guerra no Iraque terminou, oficialmente, no final de 2011, e Washington retirou todas as tropas de combate do país.

Warren alegou que os militares adicionais são uma consequência normal do revezamento das tropas, quando os soldados que vão retornar para os EUA se sobrepõem aos que chegam para substituí-los.

wat-lby/dw/jb/tt

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos