Partes do corpo de empresário espanhol encontrados em rio de Bangcoc

Bangcoc, 4 Fev 2016 (AFP) - A polícia tailandesa declarou nesta quinta-feira que várias partes de um cadáver foram encontradas flutuando no principal rio de Bangkok e que certamente pertencem a um empresário espanhol, sequestrado e extorquido antes de ser morto.

O caso tem recebido grande atenção na cobertura da imprensa tailandesa nos últimos dias, que divulgaram imagens de policiais em seus esforços para recuperar os restos humanos do rio Chao Praya.

O general Panya Maman, que lidera a investigação, afirmou nesta quinta-feira à imprensa que a vítima é um empresário espanhol que chegou na Tailândia em 19 de janeiro.

"Estou convencido de que nas próximas 48 horas resolveremos o assassinato, cometido por criminosos estrangeiros, embora nós suspeitamos que alguns tailandeses" como cúmplices, indicou.

O nome da vítima não será divulgado até que sua família seja notificada.

Panya afirmou que o assassinato ocorreu provavelmente entre 25 e 27 de janeiro. Os detetives trabalham com a hipótese de que o empresário espanhol foi sequestrado e submetido a extorsão, antes de ser morto.

"A polícia descobriu que após o assassinato (os assassinos) transferiram dinheiro para vários países, incluindo Cingapura, Espanha e para o interior da Tailândia", disse Panya.

Em um primeiro momento, os investigadores indicaram que a vítima seria, possivelmente, de origem asiática, e deram a entender que poderia ter sido morto pela máfia chinesa, dada a natureza obscura do crime.

ask-jta/jv/me/avl/mr

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos