Egito inundou túneis de Gaza a pedido de Israel, diz ministro

Jerusalém, 7 Fev 2016 (AFP) - O ministro israelense da Energia, Yuval Steinitz, comentou que, se o Egito inundou os túneis de "contrabando" entre a palestina Faixa de Gaza e seu território, isso aconteceu "a pedido" e "sob pressão" de Israel.

Membro do partido conservador do primeiro-ministro Benjamin Netanyahu, Steinitz disse que o presidente egípcio, Abdel Fatah al-Sissi, "inundou vários túneis entre Gaza e o Sinai".

Para ele, "foi uma boa solução".

"Digamos que se Al-Sissi fez isso, foi, em grande parte, por causa dos nossos pedidos e da nossa pressão", disse ele no sábado, em uma entrevista, acrescentando que "a coordenação em matéria de segurança entre Israel e Egito é boa e nunca antes havia sido tão forte".

Neste domingo, um porta-voz de Steinitz tentou retomar e amenizar suas declarações, assegurando que davam "a falsa impressão de que a campanha egípcia contra os túneis era resultado de um pedido israelense".

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos