New Hampshire: um estado pequeno e importante nas eleições dos EUA

Manchester, Estados Unidos, 8 Fev 2016 (AFP) - New Hampshire, onde serão disputadas as primárias nesta terça-feira, é um pequeno estado do nordeste dos Estados Unidos que possui muita importância na corrida para a Casa Branca, por ser o primeiro a organizar as primárias depois do caucus de Iowa.

Historicamente, New Hampshire marca o tom das eleições e serve de filtro para os candidatos mais frágeis de cada campo, democrata e republicano.

Seguem abaixo alguns de seus dados mais importantes:

POPULAÇÃO:

Tem 1,3 milhões de habitantes, dos quais 91,3% são brancos não latinos. Os afro-americanos representam 1,5% da população, os latinos, 3,3%, e os asiáticos, 2,5%. Sua capital, Concord, tem 42.000 habitantes.

Seu apelido é "O estado de granito", e seu lema, "Viver livre ou morrer".

A renda média é de 64.916 dólares, superior a do conjunto do país (53.046 dólares).

ELEITORES:

Um total de 882.959, com 9.027 novos inscritos desde o final de dezembro. A maioria são independentes (398.472, ou seja, 44%), enquanto 231.376 são inscritos como democratas e 262.111, como republicanos.

REGRAS DAS PRIMÁRIAS:

Enquanto os inscritos democratas votam na primária de seu partido e os republicanos, na do seu, os independentes podem eleger um ou outro, por isso os partidos se esforçam para seduzir este numeroso eleitorado.

Os eleitores podem se inscrever no mesmo dia da votação.

A IMPORTÂNCIA DE NEW HAMPSHIRE:

Seus eleitores levam muito a sério o papel de primeiro estado a organizar suas primárias. Muitos vão ouvir os candidatos e só se decidem no último momento.

Os candidatos passam muito tempo de campanha e gastam milhões de dólares em propaganda televisiva.

O republicano John Kasich esteve 29 vezes em New Hampshire e participou de 186 atividades, segundo a rede regional NECN. Seu rival Chris Christie, governador de Nova Jersey (leste), visitou o estado 23 vezes, com 85 atividades.

O democrata Bernie Sanders, senador do vizinho Vermont, esteve 27 vezes, com 93 atos, e sua rival Hillary Clinton, 23, com 85 atividades.

"Todos os presidentes desde 1952 ganharam uma primária em New Hampshire", explicou à AFP o secretário de Estado, Bill Gardner, falando de forma global, já que Bill Clinton e Barack Obama perderam lá ao serem eleitos pela primeira vez à Casa Branca.

"Treze daqueles que ganharam a primária tornaram-se presidentes pela primeira vez. Em outras três ocasiões, o segundo foi presidente", afirmou.

Nunca um candidato que ficou em terceiro em New Hampshire foi presidente do país.

PESQUISAS:

Do lado democrata, Bernie Sanders, o socialista apóstolo de uma revolução política, supera Hillary Clinton por 12,8 pontos, segundo uma média das pesquisas feita por Real Clear Politics.

Entre os republicanos, Donald Trump lidera as pesquisas, com uma média de 17 pontos. O segundo lugar é disputado por Marco Rubio, John Kasich e Ted Cruz. Jeb Bush, Chris Christie, Carly Fiorina e Ben Carson fecham as pesquisas.

VENCEDORES ANTERIORES DAS PRIMÁRIAS:

- 2012: Mitt Romney entre os republicanos. Entre os democratas, não houve, porque Barack Obama buscou e obteve sua reeleição.

- 2008: Hillary Clinton ganhou entre os democratas, seguida de Obama. Do lado republicano, venceu John McCain. Obama foi eleito presidente.

- 2004: John Kerry ganhou entre os democratas. Entre os republicanos, não houve, porque George W. Bush buscou e obteve sua reeleição.

- 2000: Al Gore do lado democrata. Do lado republicano, John McCain, seguido de George W. Bush, eleito presidente.

- 1996: Pat Buchanan ganhou entre os republicanos. Entre os democratas, não houve porque, Bill Clinton voltou a se apresentar e foi reeleito.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos