OIEA testa radiação contra o Aedes aegypti no México

México, 8 Fev 2016 (AFP) - O Organismo Internacional de Energia Atômica (OIEA) e o México esperam que um método que testam baseado na radiação nuclear para combater a dengue funcione para que possa aplicá-lo contra o vírus da zika.

"Este ano, já havíamos começado um projeto com o México para combater a dengue, então, se tivermos sucesso, poderemos também erradicar a zika", afirmou o diretor-geral da OIEA, Yukiya Amano, o jornal Reforma.

O método consiste em atacar o aparelho reprodutor do mosquito macho Aedes aegypti, que também transmite a dengue, a chicunguña e a febre amarela.

Com a radiação, os cientistas pretendem tornar o mosquito estéril, reduzir sua população e por fim erradicá-lo.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos