ONU nomeia coordenadora para casos de abuso sexual envolvendo capacetes azuis

Nova York, 8 Fev 2016 (AFP) - A ONU nomeou nesta segunda-feira uma coordenadora especial responsável por "melhorar a resposta das Nações Unidas à exploração e aos abusos sexuais" por parte dos militares que integram suas missões de paz.

A americana Jane Holl Lute vai se esforçar para "fortalecer a resposta da ONU" aos numerosos casos de abuso sexual que afetaram a reputação dos capacetes azuis, principalmente na República Centro-Africana.

Jane é assessora especial da ONU para a reinstalação fora do Iraque de residentes do campo de Hurriya, situado perto do aeroporto de Bagdá. Desde 2003, ocupou diversos cargos no Departamento de Manutenção da Paz da ONU.

Um relatório divulgado em dezembro apontava problemas graves na forma como a ONU tratou os casos de supostas violações de crianças na República Centro-Africana.

A missão da ONU naquele país (Minusca) identificou recentemente sete novos supostos casos de abuso sexual por capacetes azuis, dos quais ao menos cinco envolviam meninas.

Dos 69 casos de abuso sexual denunciados no ano passado pela ONU em suas 16 missões de paz no mundo, 22 se referiam à Minusca.

A ONU tomou medidas para punir estes abusos recorrentes, a começar por identificar os países de origem dos soldados acusados e repatriar contingentes inteiros de capacetes azuis do Congo e da República Democrática do Congo.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos