Ex-presidente da HP Carly Fiorina abandona corrida à Casa Branca

Washington, 10 Fev 2016 (AFP) - A pré-candidata republicana Carly Fiorina, ex-CEO da Hewlett-Packard que se apresentou como o desafio mais consistente à democrata Hillary Clinton, anunciou nesta quarta-feira que deixa a disputa pela indicação do partido à corrida pela Presidência dos EUA.

"Embora suspenda minha candidatura hoje, eu continuarei a viajar por esse país e a lutar pelos americanos que se recusam a se conformar com o estado das coisas e com um status quo que não funciona mais para eles", declarou Fiorina em um post no Facebook.

Carly Fiorina era a única mulher concorrendo entre os republicanos.

O partido Republicano deve lutar para acabar com o "capitalismo corrupto" e responsabilizar a "inepta burocracia governamental", disse Fiorina.

Com 61 anos, Fiona é a nona pré-candidata a jogar a toalha desde setembro. Ela obteve 4,1% dos votos nas primárias de New Hampshire na terça-feira e 1,9% na semana passada em Iowa.

Três candidatos abandonaram a corrida presidencial na semana passada, após resultados decepcionantes em Iowa: Rand Paul, Rick Santorum e Mike Huckabee.

Fiorina se destacou nos primeiros debates televisionados por seus conhecimentos de dados militares e uma defesa articulada dos comentários inconvenientes sobre sua aparência feitos por Donald Trump, mas ela nunca chegou a decolar nas pesquisas.

Ela tinha se posicionado como o contrapeso à democrata Hillary Clinton, a quem tentou retratar como a personificação da elite política americana.

"Não dê ouvidos a ninguém que diga que você tem que votar de certa maneira ou em um candidato determinado porque você é mulher. Isso não é feminismo", destacou, em nota.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos