Grávida diagnosticada com zika na Austrália após viagem ao exterior

Em Sydney

A Austrália anunciou nesta quarta-feira (10) um caso de zika em uma grávida que viajou ao exterior e recomendou que as mulheres evitem as áreas afetadas pelo mosquito transmissor do vírus.

"Uma mulher foi diagnosticada com a doença no sudeste de Queensland ontem (terça-feira), depois de uma viagem recente ao exterior", anunciou o ministério regional da Saúde do estado de Queensland.

"A mulher está grávida. Não é um caso de contágio local do vírus", completou o ministério.

Este é o terceiro caso registrado este ano em Queensland, mas as autoridades confirmaram que um deles - o de uma mulher que viajou a El Salvador - foi contraído em 2015.

Os cientistas acreditam que o zika pode ser responsável pelo aumento dos casos de microcefalia em recém-nascidos em vários países da América Latina, em particular no Brasil.

Apesar dos casos registrados na Austrália, as autoridades consideram pequeno o risco de uma epidemia em grande escala no país.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos