Rebeldes sírios matam 76 soldados e milicianos do governo em emboscada

Beirute, 13 Fev 2016 (AFP) - Um total de 76 soldados e milicianos do governo morreram no último domingo na Síria em uma emboscada por rebeldes perto de Damasco - disse neste sábado o Observatório Sírio para os Direitos Humanos (OSDH).

O ataque, ocorrido na Guta Oriental, leste de Damasco, é a "maior emboscada contra as forças do regime na guerra", afirmou o OSDH.

Num primeiro balanço, o OSDH falava em 35 mortos.

Membros do grupo armado rebelde Jaich al-Islam (Exército do Islã), de inspiração salafista, abriram fogo contra 240 combatentes das forças governamentais que preparavam um ataque contra o reduto rebelde, disse o diretor da OSDH, Rami Abdel Rahmane.

Quarenta e cinco soldados ou milicianos morreram no tiroteio e os outros 31 por explosões de minas, informou a fonte.

O destino dos outros 100 soldados e milicianos é desconhecido.

O Jaich al-Islam é o grupo rebelde mais poderoso da Guta Oriental, um grande subúrbio da capital síria regularmente bombardeado por forças do governo.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos