Turquia nega ter enviado soldados à Síria

Ancara, 15 Fev 2016 (AFP) - O ministro turco da Defesa, Ismet Yilmaz, desmentiu as acusações do regime sírio de ter enviado tropas ao país e reiterou que a Turquia não tem intenção de fazê-lo.

"Não é verdade. Não temos a intenção de enviar tropas à Síria", disse o ministro no domingo no Parlamento, citado pela agência pró-governamental Anatolia.

Em uma carta dirigida à ONU, o governo sírio acusou no domingo a Turquia de apoiar militarmente os rebeldes.

Segundo o ministério sírio das Relações Exteriores, doze caminhões repletos de armas e munições passaram da Turquia à Síria escoltados por "uma centena de homens armados, entre eles soldados e mercenários turcos".

Por sua vez, Yilmaz indicou que quatro aviões de combate F-16 sauditas chegarão em breve à base turca de Incirlik (sul) em virtude de um acordo entre os dois países. A mobilização forma parte de uma coalizão internacional jihadista dirigida pelos Estados Unidos, explicou o ministro.

No sábado, o ministro das Relações Exteriores turco, Mevlut Cavusoglu, explicou que Turquia e Arábia Saudita podem realizar uma intervenção terrestre na Síria contra os jihadistas do Estado Islâmico (EI).

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos