EUA: juiz estende prazo para 'fundos abutres' responderem moção argentina

Nova York, 16 Fev 2016 (AFP) - O juiz de Nova York Thomas Griesa estendeu até sexta-feira o prazo para que os fundos especulativos respondam a um pedido da Argentina de cancelar uma ordem judicial que impede seu acesso aos mercados de financiamento e o pagamento de sua dívida reestruturada.

Griesa aceitou nesta terça-feira a petição dos fundos NML Capital e Aurelius de passar de 18 para 19 de fevereiro o prazo final para responder à moção, depois que a Argentina desse seu aval para esta data, segundo uma carta do advogado da acusação, Robert Cohen.

O governo argentino pediu na última quinta-feira a Griesa que levante a ordem do 'pari passu' ou tratamento equitativo a favor destes fundos, de modo a poder avançar com sua oferta para resolver o litígio dos títulos em default desde 2001.

A nova administração do presidente de centro-direita Mauricio Macri apresentou no último 5 de fevereiro uma proposta para pagar 6,5 bilhões de dólares, de um total de 9 bilhões, aos fundos especulativos e outros credores para pôr fim ao multimilionário julgamento.

Dois dos seis principais fundos especulativos que ganharam o julgamento em Nova York aceitaram a proposta, embora os dois mais duros, NML Capital e Aurelius, que em 2012 conseguiram uma sentença favorável para cobrir uma dívida que hoje supera os 1,75 bilhão de dólares, a recusaram.

Na semana passada, uma missão argentina e estes "fundos abutres" fracassaram em uma nova tentativa de chegar a um acordo sobre esta oferta, informou o mediador judicial Daniel Pollack.

O precedente governo de centro-esquerda de Cristina Kirchner (2007-2015) havia rejeitado a sentença de Griesa, que em julho de 2014 congelou um pagamento de 539 milhões de dólares em Nova York aos acionistas que haviam aderido às transações de 2005 e 2010, provocando um default parcial da Argentina.

Essas reestruturações, rejeitadas pelos denominados "fundos abutres" e outros demandantes, foram aceitas no momento por 93% dos credores e incluíram importantes quitações.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos