Chefe do Estado-Maior de Israel pede apenas 'força necessária'

Jerusalém, 17 Fev 2016 (AFP) - O chefe do Estado-Maior israelense, general Gadi Eisenkot, advertiu seus subordinados, nesta quarta-feira, a usarem apenas a força "necessária" contra adolescentes palestinos que tentarem atacar soldados do Estado de Israel, com facas, ou com tesouras.

"Quando uma menina de 13 anos tem tesouras, ou uma faca na mão, e há certa distância entre ela e os soldados, não quero ver um soldado abrir fogo e descarregar sua arma contra uma menina assim, mesmo que esteja cometendo um ato muito grave", declarou.

"É melhor que use a força necessária para alcançar seu objetivo", acrescentou.

A maioria dos 172 palestinos mortos na onda de violência iniciada em 1º de outubro passado na Cisjordânia, em Israel e em Jerusalém foi abatida ao atacar - ou tentar atacar - forças israelenses. Nesses confrontos também morreram 26 israelenses, um americano e um eritreu.

scw/cmk/hj/dmc/lmm./tt

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos