Merkel diz que muitas exigências do Reino Unido à UE são justificadas

Berlim, 17 Fev 2016 (AFP) - A chanceler alemã, Angela Merkel, considerou nesta quarta-feira, às vésperas de um encontro europeu crucial para o futuro do Reino Unido dentro da União Europeia, que várias exigências feitas por Londres são justificadas e compreensíveis.

"Não se trata apenas de interesses particulares dos britânicos sobre certas coisas, em algumas questões pelo contrário. Inúmeros pontos são justificados e compreensíveis", declarou ante o Bundestag em um discurso que apresenta a posição alemã antes da cúpula da UE de quinta e sexta-feira.

A chanceler alemã disse que, assim como o primeiro-ministro britânico, David Cameron, acredita que é preciso que a UE melhore sua competitividade, a transparência e reduza a burocracia.

"A Alemanha compartilhou estas preocupações durante muito tempo", acrescentou.

A chanceler inclusive admitiu que a polêmica reforma para reduzir os benefícios sociais aos migrantes de outros países da UE é justificável.

"É justificado e compreensível porque a jurisdição de cada sistema de segurança social respectivo não depende de Bruxelas, mas de cada estado independente", acrescentou.

Cameron quer implementar um prazo de quatro anos antes que os migrantes de outros países do bloco possam ter acesso a ajudas sociais e subsídios habitacionais.

"É normal que cada Estado membro possa proteger seu sistema de segurança social do abuso", disse.

Outros países europeus, particularmente os emissores de migrantes, consideram que esta prática é discriminatória e contrária ao princípio da livre circulação na UE.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos