Mercedes-Benz é processada por fraude nos EUA

Nova York, 18 Fev 2016 (AFP) - A Mercedes-Benz foi acusada nesta quinta-feira em um caso judicial pela venda de automóveis a diesel nos Estados Unidos que emitem níveis de óxido de nitrogênio superiores ao autorizado e por ocultar esse mecanismo ao órgão regulador do setor.

Apresentada em uma corte federal no estado de Nova Jersey, a ação coletiva relaciona 14 modelos de automóveis fabricados pela sucursal da Daimler Mercedes, que conteria a tecnologia fraudulenta.

De acordo com o texto da ação, as declarações da Mercedes de que sua tecnologia diesel chamada "BlueTEC" é a "mais limpa do mundo" são "enganosas e falsas".

"A Mercedes programou seus veículos BlueTEC para que desabilitem o sistema de redução de óxido de nitrogênio, quando a temperatura ambiental cai abaixo dos 10°C", o que produz emissões 19 vezes mais abundantes do que o limite nos Estados Unidos, alcançando, em alguns casos, um nível 65 vezes mais alto, acrescentou a demanda.

Um porta-voz da Mercedes disse que a ação não tem fundamento.

"Estamos revisando os documentos e nos defenderemos", declarou o porta-voz.

"Achamos que a demanda não tem mérito", completou.

lo-jmb/pmh/fr/lm/tt

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos