Três palestinos são mortos por forças de segurança israelenses

Jerusalém, 19 Fev 2016 (AFP) - Forças de segurança israelenses mataram a tiros três palestinos, dois que tentaram atacá-las e um terceiro em confrontos na Cisjordânia ocupada, elevando a 175 o número de palestinos mortos desde o início da atual onda de violência.

Também morreram 27 israelenses, um americano, um sudanês e um eritreu. A maioria dos 175 mortos na onda de violência iniciada em 1º de outubro em Cisjordânia, Israel e Jerusalém foi morta ao atacar ou tentar atacar forças israelenses.

Neste contexto, o número de palestinos presos sem acusação ou julgamento aumentou consideravelmente nos últimos meses, após as muitas detenções feitas pelas forças israelenses desde 1º de outubro passado, afirmou, também na sexta-feira, a principal organização de presos palestinos.

Segundo o ministério da Saúde palestino, forças israelenses mataram a tiros um palestino nesta sexta-feira, durante enfrentamentos na Cisjordânia ocupada. Khaled Taqatqa, de 21 anos, morreu durante confrontos em Beit Fajar, perto de Belém, na parte sul da Cisjordânia.

Previamente, dois palestinos foram mortos a tiros, também nesta sexta-feira, após terem atacado membros das forças de segurança israelenses, um na Cisjordânia ocupada e outro em Jerusalém, informaram a polícia e o exército do Estado de Israel.

A polícia israelense informou ter matado na manhã desta sexta-feira um palestino que tinha atacado pelas costas com arma branca um policial perto da Cidade Velha de Jerusalém.

Os dois policiais, ambos com 20 anos, ficaram levemente feridos, segundo socorristas, que também informaram que uma mulher também ficou ferida, ao levar tiros aparentemente disparados no agressor. Este último teria 20 anos e era originário de Jerusalém Oriental, parte ocupada e anexada por Israel.

Posteriormente, na tarde desta sexta-feira, outro jovem palestino tentou atropelar com seu veículo soldados israelenses perto de Ramallah, na Cisjordânia ocupada, informou o exército israelense.

Os ataques desta sexta-feira ocorreram no dia seguinte a uma nova agressão em uma zona comercial israelense da Cisjordânia, onde dois adolescentes palestinos mataram um soldado israelense à paisana e feriram outro. Os dois agressores foram detidos.

lal/vl/me-dmc/mb/mvv

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos