Holanda identifica suspeitos de crime de guerra entre solicitantes de asilo

Haia, 29 Fev 2016 (AFP) - As autoridades as autoridades holandesas identificaram 30 suspeitos de crimes de guerra, dez deles sírios, entre as pessoas que pediram asilo no país em 2015, informou nesta segunda-feira o ministério da Justiça e Segurança.

A Convenção de Genebra, que define os direitos dos refugiados, prevê uma cláusula de exclusão que se aplica "quando existem sérios motivos para crer que as pessoas são culpadas de crimes de guerra, crimes contra a Humanidade ou crimes graves sem caráter político", assinalou o secretário de estado da Justiça, Klaas Dijkhoff.

Há um ano, as autoridades concluíram que 50 pessoas que pediram asilo eram suspeitas de ter executado crimes de guerra e iniciaram uma investigação.

A questão dos refugiados divide o país, que recebeu 58.880 pedidos de asilo em 2015, quase o dobro que no ano anterior.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos