Combates se intensificam no leste da Ucrânia

Washington, 2 Mar 2016 (AFP) - O general de mais alta patente da Otan, Philip Breedlove, advertiu nesta terça-feira para uma intensificação dramática dos combates ao longo das fronteiras do leste da Ucrânia, incluindo disparos de artilharia e ataques de franco-atiradores.

Breedlove, que também dirige o Comando Europeu das Forças Armadas americanas, informou a legisladores e jornalistas em Washington sobre o aumento dos combates na região ucraniana de Donbas.

"Durante a última semana, houve mais de 450 ataques ao longo da fronteira", declarou Breedlove após ter dialogado com o embaixador americano na Ucrânia.

"Notamos várias tendências preocupantes nestes ataques porque alguns deles estão ocorrendo em locais que, até agora, estavam tranquilos... E também porque o tipo e o estilo dos ataques refletem (o uso) de armas que (anteriormente) eram proibidas", prosseguiu.

O general também acrescentou que a Rússia tinha colocado "muito mais de" mil peças de equipamento militar na Ucrânia no ano passado, inclusive veículos blindados de pessoal e artilharia.

Nesta terça-feira, três soldados ucranianos morreram e dois ficaram feridos quando seu veículo passou sobre uma mina na região do leste separatista e pró-russa da Ucrânia.

Segundo um porta-voz militar em Kiev, outras três tropas governamentais ficaram feridas em trocas de tiros perto do front que separa as regiões de Lugansk e Donetsk.

wat-lby/mdl/mvv/lr

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos