Parlamento espanhol rejeita líder socialista como chefe de governo

Madri, 2 Mar 2016 (AFP) - A Câmara baixa do Parlamento espanhol votou, majoritariamente, contra a posse do socialista Pedro Sánchez como chefe do governo, nesta quarta-feira à noite.

Com o apoio dos deputados do liberal Ciudadanos (40) e dos socialistas (90), o secretário-geral do PSOE obteve 130 votos a favor e 219 contra de todos os demais - o conservador Partido Popular (PP), os deputados de esquerda radical do Podemos e os separatistas. Também houve uma abstenção.

Ele voltará a submeter sua candidatura ao Congresso na sexta à noite, mais de dois meses depois das Legislativas de 20 de dezembro.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos