Policial é acusado de homicídio por matar homem negro no Alabama

Miami, 2 Mar 2016 (AFP) - Um policial branco do Alabama foi acusado nesta quarta-feira de assassinar, na semana passada, um homem negro, informaram as autoridades em Montgomery, capital do estado, que foi palco de protestos pelo incidente.

O agente da polícia de Montgomery Aaron Smith, 23 anos, foi detido nesta quarta-feira sob a acusação de homicídio, com fiança fixada em 150 mil dólares, disse em entrevista coletiva Daryl Bailey, promotor do distrito do Condado de Montgomery, Alabama.

Segundo a polícia, durante a madrugada de 25 de fevereiro Smith tentou deter Gregory Gunn, 59, que lhe pareceu suspeito. Ambos se enfrentaram e o agente atirou contra o homem, que estava armado com um bastão.

A morte de Gunn provocou manifestações na capital do Alabama, no momento em que os Estados Unidos são sacudidos por vários casos de policiais brancos que mataram cidadãos negros, o que abriu um debate sobre racismo nas forças policiais.

Uma investigação do estado do Alabama concluiu que "existem provas suficientes neste caso para justificar a prisão" de Smith, destacou Bailey.

O promotor esclareceu que este foi um "fato isolado" e que "a detenção do agente Smith não deve ser vista como uma acusação contra todo o departamento de polícia de Montgomery".

"Somos pessoas da lei, iguais a todos, e devemos confiar no nosso sistema de justiça, o que significa que devemos resistir à tentação de tirar conclusões precipitadas ou divulgar boatos", disse o prefeito de Montgomery, Todd Strange.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos